Imagem ScadaBR RPi usando MySQL


#1

Vou deixar uma imagem pronta pra gravar no cartão de memória e usar no RPi. Já instalado o ScadaBR e usando o MySQL. As versões são:

ScadaBR 1.0
ScadaBR 1.1
ScadaLTS 1.0
ScadaLTS 1.1

Pra usar o Modbus serial eu sugiro usar o seguinte software:

É só setar o software pra converter o Modbus serial pra TCP e usar o TCP normal no ScadaBR, via localhost:502

Abaixo o link:

https://mega.nz/#!eCpVBACa!2AI970u2RvEebZNz8amczuv1tPux9MBsoZ4wdJ6nCl8

Credenciais
User: pi
pass: raspberry

mysql user: root
mysql pass: scada

Por default já vem com o ScadaBR1.1 instalado, pra usar outras versões só precisa apagar a versão dentro da pasta webapps e mover a versao dentro de /home/pi para a pasta webapps e recriar o bd. Abaixo tem um post de como se faz isso.

Abraços.


Problema na instalação do ScadaBR no pi3
ScadaLTS Ubuntu 18.04 Mysql
#2

Espera ai. Vou testar essa imagem. Se der certo vai ganhar uma estrela. Eu já estava tentando arrumar alguém para fazer isso pra nós faz tempo.
Talvez falte pouco.


Data Points não atualizam automaticamente - Mensagem quando ativo o data sources : Timer already cancelled
#3

Vou detalhar também como fazer funcionar o Modbus serial, use os seguintes comandos

$ sudo su

$ git clone https://github.com/3cky/mbusd.git mbusd.git
$ cd mbusd.git
$ mkdir -p build && cd build
$ apt install cmake
$ cmake -DCMAKE_INSTALL_PREFIX=/usr …
$ make
$ sudo make install

Execute os comando um a um, observando o resultado. Note que há um apt install cmake no meio da compilação do mbusd.

Use o comando

$ cd /dev/
$ ls

Para mostrar os dispositivos seriais, a porta deve ser algo como ttyAMA0, ttyUSB0 ou ttyS0. Pra facilitar digite o comando antes e depois de conectar o dongle e observe quais portas aparecem.

Habilite a serial através do comando raspi-config, escolha interfacing options e habilite a serial, reinicie o rpi. (se for usar o serial interno)

O primeiro passo é criar um arquivo de configuração com o comando:

$ nano /etc/mbusd/mbusd-< serial port >.conf

No meu caso, ficou:

$ nano /etc/mbusd/mbusd-ttyUSB0.conf

O exemplo de conf file pode ser acessado em: https://github.com/3cky/mbusd/blob/master/conf/mbusd.conf.example
Copie o conteúdo e cole no arquivo que você criou, altere os parâmetros da porta.

Importante: se você estiver usando a serial do próprio RPi, você precisa desabilitar o console daquela porta, para isso siga os seguintes passos

$ sudo systemctl stop serial-getty@ttyS0.service
$ sudo systemctl disable serial-getty@ttyS0.service

sudo nano /boot/cmdline.txt

remova a parte “console=serial0,115200”, o conteúdo deve ficar algo parecido com “dwc_otg.lpm_enable=0 console=tty1 root=/dev/mmcblk0p2 rootfstype=ext4 elevator=deadline fsck.repair=yes root wait”

fonte: https://spellfoundry.com/2016/05/29/configuring-gpio-serial-port-raspbian-jessie-including-pi-3/#Disabling_the_Console , créditos da solução para 3cky

CTRL+X pra sair, confirme sim pra salvar modificações e aperte enter.

Agora vamos iniciar o serviço, como estou usando a própria serial do RPI, usei o seguinte comando:

$ systemctl enable mbusd@< serial port >.service

No meu caso

$ systemctl enable mbusd@ttyUSB0.service

Isso vai habilitar o “tradutor” do modbus serial pro modbus ip

Se precisar debugar, use o comando
$ journalctl -u mbusd@< serial port >.service -f -n 10

O resultado deve ser algo parecido com:

Agora é só ir nos datapoints e configurar pra ele apontar pro próprio rpi:

Observe o endereço 127.0.0.1

O datapoint que configurei é mostrado abaixo

O meu setup abaixo, com os dois adaptadores que usei, o medidor e o RPi

Importante: esse adaptador não é compatível com 3.3V, pra fazer ele funcionar tive que alimentar com 5V e no TX do módulo usar um divisor de tensão pra não queimar as portas do RPI.

divisor


#4

Aqui vai uma imagem da aplicação


#5

Pronto,
você me convenceu. Seu trabalho está muito legal. Parabéns pelas ilustrações.


#6

Testado em RPI 2 model B V1.1 .

Coisa mais linda. Apesar que eu gravei em um cartão de 32GB, mas a imagem é de 16GB.

Estava tentando fazer o mesmo com a imagem do raspbian lite, mas foram mais rapidos kkkkk.

Obrigado, Jeff_pimenta.


#7

Olá,

É só expandir o filesystem depois de instalado, vai pelo raspi-config que dá certo.

Onde tá essa imagem com o rasbian lite?

Eu tô com uma imagem em que eu encolhi pra poder gravar em cartões de 8GB, tô procurando alguém pra testar pra mim, de qualquer forma vou deixar aqui.

https://mega.nz/#!HGwHTSoa!wyh4hj5uwLis2wbbLsb9pWez2N7SAy6pVpD8JVuIMvQ


#8

Vou tentar fazer o teste da sua imagem aqui.

O Raspbian Lite é uma distro mais enxuta, sem a interface grafica. Mas eu tava apanhando que nem vaca na horta pra fazer a instalação do scadabr.

Já já eu posto o resultado dos testes.


#9

Manda a imagem aqui ué, agiliza pra todo mundo


#10

Eu não consegui fazer a instalação doScadaBR usando o Raspbian Lite. Tentei fazer pois eu só tinha um cartão de 8GB e a imagem que vc postou no inicio do topico possui 16GB. Nessa eu falhei com propriedade kkkkkkk.

Mas se voce quiser tentar,o link para download do Raspbian Lite é:
https://downloads.raspberrypi.org/raspbian_lite_latest

Bom,testei sua imagem de 8GB aqui. ela não terminou o processo de boot. Seguem fotos:


#11

IMPORTANTE:

Seguindo os passos o serial funcionou no próprio ScadaBR normal aqui:

sudo nano /boot/cmdline.txt

remova a parte “console=serial0,115200”

, o conteúdo deve ficar algo parecido com “dwc_otg.lpm_enable=0 console=tty1 root=/dev/mmcblk0p2 rootfstype=ext4 elevator=deadline fsck.repair=yes root wait”

Instale o RXTX

Profit


#12

Vou disponibilizar também uma imagem com quatro versões do Scada:

https://mega.nz/#!eCpVBACa!2AI970u2RvEebZNz8amczuv1tPux9MBsoZ4wdJ6nCl8

(link atualizado)

ScadaBR 1.0
ScadaBR 1.1
ScadaLTS 1.0
ScadaLTS 1.1

Antes de qualquer coisa eu recomendo parar o tomcat7 antes de qualquer passo:

$ service tomcat7 stop

Se você for usar o ScadaLTS (pré pronto) então recrie o banco de dados:

$ mysql -u root -pscada
$ drop database scadabr;
$ create database scadabr;

Se for usar alguma outra versão, copie a versão dentro de /home/pi para a pasta /var/lib/tomcat7/webapps

Não se esqueça de apagar o conteúdo antes de copiar qualquer coisa pra lá

rm /var/lib/tomcat7/webapps/ScadaLTS.war
rm -R /var/lib/tomcat7/webapps/ScadaLTS

Pra copiar, o comando vai ficar parecido com:

cp -R /home/pi/“versão desejada” /var/lib/tomcat7/webapps/

Depois é só reiniciar o tomcat7 (service tomcat7 restart) e tentar acessar. O primeiro acesso deve demorar um pouco, cheque com o comando htop se há processos do java e do tomcat rodando.

O Java é o 7 com o tomcat7

Pra funcionar o modbus serial é só usar a jogada que eu ensinei antes do mbusd


Erro no Driver Modbus Serial na versão do ScadaBR 1.1.0-RC do Branches
#13

Para quem precisa do Java6 e tomcat6 para raspberryPI,
Segue o link:

“Quarquer cousa”…


#15

Olá, crie um tópico para sanar o seu problema, descreva que imagens do linux, do scadabr que usou e o que esta acontecendo.


#16

Não tem como subir o sistema nesta tua imagem ou ela só é via terminal?


#17

A versão da imagem é a buster lite, ou seja, não há interface gráfica.

Até tem como você instalar a interface gráfica e rodar o navegador no próprio rpi pra mostrar as informações, mas eu acredito que ficará bem lento.

De outra forma se você usar apenas como servidor para pequenas aplicações deve funcionar bem, é só digitar o ip_do_rpi:8080/ScadaBR no navegador que funcionará sem problemas.


#19

Tente 192.xxxx:8080/ScadaLTS

A primeira versão da imagem que eu soltei tinha o ScadaLTS como padrão, essa do link abaixo é o ScadaBR

https://mega.nz/#!eCpVBACa!2AI970u2RvEebZNz8amczuv1tPux9MBsoZ4wdJ6nCl8


#20

Você já conseguiu fazer funcionar o ScadaBR via interface gráfica? Subindo o Raspbian…


#21

Nunca tentei, mas acredito que fique bem lento. Meu interesse de usar o RPI é salvar de ter um servidor grande pra pequenas aplicações.

BTW, aqui meu setup


#22

Entao pessoal. Nao usem o scadaBR numa rasp com interface grafica.
Apesar do Linux ser mais enxuto q o windows. Fica lento assim mesmo. Interface grafica consome muitos recursos da CPU. Por isso servidores linux de um modo geral nao vem com interface grafica. Se vc quer cuidar de servidor com mouse eh melhor comprar um pc industrial e windows.

Em tempo. Quando falo q interface grafica consome muito recurso… Falo tanto windows linux mac… Quando vc tem um sistema sem interface grafica. Vc nao desperdiça memoria e cpu com rotinas de tratamento do mouse. Desenho de cursor, icones, janelas…

Saiu a Rasp4 com duas HDMI e uma CPU mais rapida com mais memoria. Até testaria para ver se vira.

Parabens novamente pela imagem para rasp sem interface grafica. O scada roda mais soltinho sem dividir cpu com mouse e servidor grafico